designer

A designer

 

Carioca e autodidata, Pitty Rebelo começou na profissão em maio de 1996 no atelier do
joalheiro Antônio Bernardo, lá ficou por três anos e meio, sem saber que ali iniciava a
paixão pela joalheria. Gerenciando a oficina de atendimento ao cliente, Pitty, que sempre
teve muita habilidade manual, aprendeu todo o processo de construção de uma joia,
adquirindo posteriormente todos os equipamentos de ourivesaria necessários para testar seus
aprendizados. A partir daí tudo foi dando certo.

Em 1999, resolveu se desligar da empresa, montando um negócio com amigas, colocando em
prática pela primeira vez sua vocação para criar joias.

Essa parceria durou dois anos e a partir do ano de 2001 ela seguiu sua carreira “solo”.

Em 2002 em parceria com uma amiga, também designer, Pitty Rebelo teve uma joia premiada
no primeiro concurso da AngloGold no Brasil, o DesignerForum 2002. Esse concurso abriu
várias portas, entre elas, a criação de algumas coleções para joalheria Vivara em 2003.

colar-volpi_pitty-rebelo

Colar Volpi – Joia premiada no DesignerForum 200 da AngloGold.

(Créditos: Modelo: Naiara Prates – Why | Fotografia: Carlão – Click)

Nesse mesmo ano, 2003, Pitty Rebelo se casou e trocou o Rio de Janeiro por Niterói e ainda
em 2003 trabalhou na joalheria Amsterdam Sauer.

Em 2006, Pitty Rebelo, que só trabalhava com ouro, começou a trabalhar com prata também e
em 2007 criou a marca Pratamada Brasil onde seu trabalho teve grande projeção.

Participou de exposições como: Joia Brasil no Fashion Rio em 2009 e Bling Bling no evento
Morar Mais por Menos na Lagoa em 2012, editoriais de moda, reportagens em jornais (O
Globo, O Fluminense), matérias em revistas e teve suas joias nas novelas Insensato Coração e
Salve Jorge da Rede Globo.

Pitty Rebelo cuida de todo o processo, desde a pesquisa, criação, desenho, compra das
matérias primas e produção junto aos ourives, dando o acabamento em todas as joias,
fotografando, gerenciando suas mídias sociais e atendendo assim, clientes de todo Brasil.

“A vida foi me mostrando o caminho… e eu fui me dedicando para colocar nas minhas joias, o que há de melhor mim… O amor!”